Boas Práticas - Roteiros de Charme

Boas Práticas - Roteiros de Charme

Foto de Boas Práticas

Boas Práticas - Roteiros de Charme

Boas Práticas - Roteiros de Charme

Boas Práticas

Os hóspedes conhecedores dos hotéis da Roteiros estão familiarizados com as chamadas boas práticas de sustentabilidade que encontram nos hotéis da rede. São as práticas da gestão hoteleira responsável que contribuem para aumentar a sustentabilidade da atividade. Dentre os exemplos de práticas mais conhecidas estão: o uso de placas solares para aquecimento de água, ampla utilização de iluminação natural, lâmpadas de baixo consumo, e dispositivos eletrônicos para maior eficiência no consumo de energia elétrica; a coleta seletiva, a redução e a reciclagem dos resíduos sólidos; o envolvimento dos hotéis em iniciativas e projetos de preservação do patrimônio ambiental, histórico e cultural de suas regiões. 

De igual importância são as práticas voltadas para a valorização profissional da mão de obra em seus destinos turísticos. Os hotéis tem como preferência a contratação de mão de obra local no preenchimento da maior parte das ocupações profissionais de seus estabelecimentos (cozinha, salão, limpeza, gerência, manutenção, construção). Em muitos destinos há escassez de mão de obra qualificada, o que faz com que os associados convertam-se em formadores de mão de obra em suas localidades.

Para a disseminação das boas práticas de sustentabilidade dentre os associados, a Roteiros desenvolve um programa permanente de monitoramento das práticas em todos os hotéis. Este programa proporciona a visita periódica de profissionais que verificam as práticas adotadas e orientam para o aprimoramento contínuo das mesmas, tendo por base todo o acervo de práticas acumuladas pelo conjunto de associados. A continuidade e ampliação das atividades do programa são garantidas por meio da estratégia de parcerias da Roteiros com empresas privadas que compartilham sua visão de hotelaria. A equipe de profissionais é composta por consultores independentes das áreas de engenharia ambiental, agronomia, engenharia florestal, biologia, geografia e turismo.